Postado em 28 de julho de 2014, às 14:30.

Agenda – Paulo Souto

29/07/2014 – TERÇA-FEIRA

O candidato a governador, Paulo Souto (Democratas), da coligação “Unidos pela Bahia”, se reúne com equipe de campanha nesta terça-feira (29). À noite, às 19 horas, Souto participa do evento “A política cultural no Estado da Bahia”, no salão nobre da Academia de Letras da Bahia (ALB).

Postado em 28 de julho de 2014, às 14:24.

Paulo Souto recebe título de cidadão de Gandu

Paulo Souto recebe título de cidadão de GanduO candidato a governador, Paulo Souto, da coligação “Unidos pela Bahia”, é o mais novo ganduense. Na manhã desta segunda-feira (28), ele foi homenageado com o título de cidadão de Gandu. A iniciativa partiu dos vereadores Uziel Barreto, Gilvanil Lima, Josuel da Bela Vista, Jailton Santos, Júnior Umburana e Gil Calheira, sendo aprovada por unanimidade pela Câmara Municipal.

Na solenidade de concessão da honraria, o presidente da Câmara, Uziel Barreto, destacou as qualidades de Paulo Souto, “homem público idôneo, competente, honesto e trabalhador, que, nas duas vezes à frente do governo, muito fez pela região de Gandu“. Paulo Souto, por sua vez, agradeceu a homenagem, garantindo que, no caso de eleito, não vai lhe faltar determinação e coragem de trabalhar muito pela Bahia.

Na mesma sessão, o candidato a senador, Geddel Vieira Lima, o presidente do Democratas, José Carlos Aleluia, e o deputado estadual Sandro Régis foram homenageados com moção de aplausos, pelo posição política sempre em defesa dos interesses da Bahia. O candidato a deputado estadual Heraldo Rocha também esteve em Gandu, acompanhando as homenagens.

Postado em 28 de julho de 2014, às 11:28.

Aleluia: Servidora petista embolsa Bolsa Família em Caldeirão Grande

Servidora petista embolsa“O Ministério Público precisa urgentemente investigar a inclusão no Bolsa Família da chefe de gabinete do prefeito petista de Caldeirão Grande. É um absurdo que uma servidora que ganha R$ 3 mil por mês se beneficie do programa social destinado às pessoas carentes”, diz o presidente estadual do Democratas, José Carlos Aleluia, repercutindo a denúncia feita pela coluna Tempo Presente, do jornal A Tarde, nesta segunda-feira (28).

Segundo a nota publicada pelo jornalista Donaldson Gomes, Nadja Cajado, chefe de gabinete do prefeito João Gama Neto (PT), recebe o benefício desde 2006, o que já lhe rendeu R$ 8.347, conforme o Portal da Transparência. “Isto é um crime. Uma pessoa que não precisa nem tem direito ficar com o dinheiro que deveria servir para ajudar na sobrevivência de famílias pobres. O PT é cúmplice!”, comenta Aleluia.

O líder democrata destaca que, de acordo com a nota de A Tarde, quando o caso foi denunciado pelo vereador Pedro Henrique (PDT) em Caldeirão Grande, a única punida foi a gestora do programa social. “O prefeito petista mantém até hoje a sua colaboradora que usurpa o Bolsa Família. Uma vergonha!”, reclama.

Aleluia lembra que os recursos do Bolsa Família são do Fundo de Combate à Pobreza, criado pelo saudoso senador Antonio Carlos Magalhães. “O Ministério Público não pode permitir que esse fundo seja agora destinado a locupletar os apaniguados bem de vida do PT”, afirma.

Postado em 27 de julho de 2014, às 21:28.

Paulo Souto e Geddel protestam contra fechamento de hospital em Nazaré

Paulo Souto e Geddel protestam contra fechamento de hospital em NazaréO candidato a governador, Paulo Souto, e seu companheiro da coligação “Unidos pela Bahia”, Geddel Vieira Lima, postulante ao Senado, se deparam com mais um exemplo do descaso do governo petista com a saúde na Bahia neste domingo (27): o fechamento do Hospital Gonçalves Martins, da Santa Casa de Misericórdia, em Nazaré das Farinhas.

A desativação do hospital filantrópico foi a principal reclamação das lideranças políticas e comunitárias que foram ao encontro com Paulo Souto e Geddel no Cine-Teatro Rio Branco, na manhã deste domingo, em Nazaré. “É inaceitável que o governador Jaques Wagner tenha assistido passivamente ao fechamento desta unidade hospitalar”, comentou Souto.

Para o candidato a governador, o não funcionamento do hospital prejudica principalmente a população mais pobre de Nazaré das Farinhas. “Infelizmente esta insensibilidade governamental se reproduz em toda a Bahia. A Santa Casa de Misericórdia tem longa tradição de serviços prestados à região”, observou.

Assim, a exemplo da saúde, Paulo Souto garantiu, se eleito, trabalhar bastante para resolver os problemas dos serviços públicos diretamente ligados à vida das pessoas, que incluem também a segurança pública e a educação. Ele ainda se comprometeu a recuperar o trecho da BA-001, entre Nazaré e Valença. “Não vamos fazer este tapa-buracos meia-sola que o governo está anunciando às vésperas das eleições”, afirmou.

À tarde, em comício, em Cansanção, com a comitiva reforçada pelos deputados estaduais Sandro Régis e Elmar Nascimento, além do ex-prefeito Zezito e o candidato Luciano Simões Filho,  Paulo Souto reafirmou seu compromisso com o sertão baiano. “Nas minhas veias, corre sangue sertanejo, eu nasci em Caetité. Sei das dificuldades de quem vive no semiárido. Por isso, vamos realizar um programa para o desenvolvimento desta região, com o novo Cabra Forte e a construção de novas barragens”.

Geddel, por sua vez, lembrou que o candidato petista teve voto na região, mas nada fez por ela. “Pois vamos mostrar a eles como o sertão deve ser tratado pelo governo, com muita atenção e trabalho”.

Postado em 27 de julho de 2014, às 21:17.

Chapa da oposição protesta contra caos da saúde em Caculé

Chapa da oposição protesta contra caos da saúde em CaculéO caos da saúde pública na Bahia foi a tônica do comício da chapa majoritária da coligação “Unidos pela Bahia”, em Caculé, na noite do último sábado (26). Novamente uma multidão se reuniu na praça para ouvir os candidatos Paulo Souto, a governador, e Geddel Vieira Lima, a senador. Os prefeitos ACM Neto, de Salvador, e José Ronaldo, de Feira de Santana também participaram do evento político.

A situação calamitosa do atendimento à saúde em Vitória da Conquista, denunciada pela imprensa nacional, no portal UOL, serviu de exemplo para os protestos de Paulo Souto e Geddel, que, neste domingo (27), estarão em Nazaré das Farinhas e Cansanção.

Trechos da reportagem lida por Geddel expuseram a gravidade da saúde pública em Vitória da Conquista, onde há falta de leitos e superlotação no hospital estadual, enquanto outras unidades de atendimento nunca ficam prontas para atender a população. A cidade é administrada por um prefeito do PT, mesmo partido do governador Jaques Wagner e da presidente Dilma Rousseff.

Na terceira maior cidade da Bahia, a reportagem relata o caso de um paciente que permaneceu 40 dias numa maca, no corredor do hospital geral, aguardando uma cirurgia. O procedimento não atrasaria tanto, se estivesse funcionando a UPA (Unidade de Pronto Atendimento), cuja construção se arrasta ao lado do hospital.

“Esta UPA de Conquista em atraso não é um caso isolado. Em Salvador, vizinha ao hospital estadual Roberto Santos, há outra UPA que há quatro anos não sai do papel. E, em Barreiras, acontece o mesmo”, observou Paulo Souto, demonstrando que, ao contrário do que prega o PT, não basta ser amigo do governador e do presidente para fazer uma boa gestão municipal.

“É preciso ter competência. E aqui, nós temos os prefeitos ACM Neto e José Ronaldo, que trabalham com eficiência sem a ajuda dos governos estadual e federal. ACM Neto, por exemplo, já inaugurou duas UPAs na capital e vai inaugurar mais sete até o final deste ano”, afirmou Paulo Souto.

O prefeito ACM Neto, por sua vez, foi veemente ao criticar o discurso petista de alinhamento político: “Esse é o discurso do medo, da chantagem, da tentativa de intimidar as pessoas, mas não passa de conversa fiada. Para fazer uma boa gestão municipal, é preciso ser sério, honesto, trabalhador, gostar do povo e, acima de tudo, ter palavra”.

Para Geddel, a reportagem da imprensa nacional provou ser lero-lero a história de que, para fazer uma boa administração pública, é preciso ser do mesmo time. Segundo ele, Vitória da Conquista é um exemplo gritante da falácia deste argumento diante do sofrimento dos conquistenses com o caos da saúde no município.

Ao lado do prefeito de Caculé, Beto Maradona, do ex Luciano Ribeiro, candidato a deputado estadual, e do deputado federal Cláudio Cajado, Paulo Souto anunciou que, no caso de eleito, vai aumentar a capacidade de atendimento do hospital de Caetité para melhorar o serviço de saúde a toda região. “O povo de Caculé não vai mais precisar ir para Guanambi ou Conquista”.

Assinalando que os dias do PT estão contados, o prefeito ACM Neto foi incisivo ao estabelecer a data certa para construir um futuro diferente para a Bahia e para o Brasil. “É o dia cinco de outubro, quando elegeremos Paulo Souto, governador, Geddel, senador, e Aécio Neves, presidente”.