Postado em 5 de maio de 2015, às 15:37.

ACM Neto vistoria áreas afetadas pelas chuvas no Subúrbio

ACM Neto vistoria áreas afetadas pelas chuvas no Subúrbio - 2O prefeito ACM Neto visitou nesta terça-feira (05) três pontos no Subúrbio que foram afetados pelas fortes chuvas que atingiram a cidade na última semana. As vistorias foram feitas no Lobato, em seguida em Planalto Real, comunidade de Plataforma, e, por último, em Colinas de Periperi, onde foram registrados deslizamentos de terra. As providências emergenciais já foram tomadas, a exemplo do lonamento e limpeza dos terrenos, de modo a amenizar os impactos e garantir a segurança dos terrenos. Passado o período das chuvas, será possível fazer uma avaliação mais detalhadas dos impactos das chuvas e desenvolver projetos para soluções definitivas, através da Secretaria de Infraestrutura e Defesa Civil (Sindec).

Atendimento às famílias – Até o final da manhã desta terça-feira (5), 60 famílias de Salvador que tiveram grandes perdas de bens por conta das chuvas receberam o auxílio emergencial no valor de três salários mínimos, para que possam repor parte de seu prejuízo. Outras 57 famílias, cujas perdas foram parciais, tiveram direito a receber dois salários mínimos, enquanto outras duas, com perdas consideradas menores, foram contempladas com o benefício de um salário, de acordo com balanço da Secretaria Municipal de Promoção Social e Combate à Pobreza (Semps). No total, 839 famílias já foram cadastradas para receber os benefícios. Dessas, 461 já tiveram acesso ao auxílio-moradia no valor de R$ 300.

Donativos – Em relação às doações, até a manhã desta terça-feira, a Prefeitura já recebeu 1.300 colchões, 1.200 cestas básicas, 834 cobertores, 770 kits de higiene e limpeza, 1140 toalhas, 30 kits de bebês, compostos por itens como farinha para mingau, leite e fraldas, além de água (dois mil garrafões de 5 litros), travesseiros e outros suprimentos solicitados ao Ministério da Integração pela Defesa Civil de Salvador (Codesal).

Postado em 5 de maio de 2015, às 14:05.

Tinoco critica contradição do MEC em agora anunciar não ter dinheiro para financiar novos contratos

Claudio_Tinoco-_DEM_foto_AQ2_2013221104428118191O vereador Claudio Tinoco (Democratas) criticou, na manhã desta terça-feira (4), o anúncio do governo federal de que não há verba para custear novos contratos pelo Programa de Financiamento Estudantil (Fies). O democrata repudiou ainda a resposta do Ministério da Educação a seu ofício nº 62/2015 – enviado no início de março neste ano – de que “todos os estudantes beneficiados pelo Fies, bem como aqueles que ingressarão neste ano, têm a garantia de continuidade do financiamento”.

“Em 40 dias, o Ministério da Educação mudou a sua posição em relação às garantias para a concessão do financiamento. Enquanto no ofício afirmaram que só dependeria da vontade dos financiados, o ministro agora anuncia que não tem mais recursos para atender aos estudantes brasileiros. É contraditório e inaceitável, mais uma vez quem sofre são os milhares de estudantes que sonhavam em entrar no Ensino Superior através do Fies”, destacou Tinoco, que também deu entrada, na mesma época, em uma moção de repúdio na Câmara Municipal de Salvador ao Ministério da Educação sobre as mudanças no Fies, como, por exemplo, a nova forma de ressarcimento do programa às instituições de ensino.

Segundo o democrata, que é autor do projeto de Resolução n°34/2013 aprovado na CMS que cria a Frente Parlamentar de Educação, é trágico relembrar o discurso de posse da presidente Dilma, quando anunciou que o lema de seu segundo mandato seria ‘Brasil, Pátria Educadora’. De acordo com informações do MEC em ofício, entre 2010 e fevereiro deste ano, 61.847 estudantes foram beneficiados com o Fies em Salvador e 131.702 na Bahia, com investimento de R$ 30,33 bilhões.

Postado em 5 de maio de 2015, às 13:26.

Tom Araújo propõe emissão de segunda via gratuita de documentos roubados

Tom Araújo propõe emissão de segunda via gratuita de documentos roubadosDiante do aumento da criminalidade, o deputado estadual Tom Araújo (Democratas) apresentou projeto de lei permitindo que vítimas de assaltos, furtos ou roubos, com a respectiva ocorrência policial, possam tirar a segunda via dos documentos oficiais expedidos pelo estado, gratuitamente. “O Estado tem o dever de garantir segurança ao cidadão. Porque a vítima de assalto, furto ou roubo ainda vai ter que arcar com as despesas para tirar segunda via dos documentos se a ineficiência é dp Estado? Que o Estado arque com essa despesa do cidadão”, defendeu Tom Araújo.

Proposta semelhante já vem tramitando no Senado e já é lei no Rio de Janeiro. Outros estados como Pernambuco e Maranhão, também avaliam lei semelhante, bem como outros estados da Federação. “O Estado tem obrigação de ajudar a minimizar os transtornos e constrangimentos ocasionados, bem como facilitar e buscar formas de reparação do cidadão vítima de furto, assalto e roubo”, disse o parlamentar.

Postado em 5 de maio de 2015, às 12:23.

Assembleia itinerante será realizada em Barreiras

Pablo BarrozoPor sugestão do deputado Pablo Barrozo (Democratas), pela primeira vez os trabalhos da Assembleia Legislativa da Bahia serão transferidos para Barreiras, provavelmente na primeira quinzena de junho. A decisão foi anunciada pelo presidente da AL, deputado Marcelo Nilo (PDT), depois de receber um requerimento de Pablo Barrozo solicitando a realização da “Assembleia Itinerante” em uma das mais importantes cidades da Bahia. “Fiquei muito feliz com a decisão do presidente Marcelo Nilo que, prontamente, atendeu o meu requerimento. Pela sua importância econômica, localização geográfica e falta de compromisso do governo com as principais reivindicações da população, Barreiras realmente merece sediar uma Assembleia Itinerante”, afirmou Pablo Barrozo. Também por sugestão do deputado, a sessão itinerante deverá ser realizada na Câmara de Vereadores.

Postado em 4 de maio de 2015, às 15:27.

Heraldo: “Entrevista de James desmascara governo técnico de Rui Costa”

Heraldo-Rocha“A entrevista do ex-secretário James Correia ao jornal A Tarde, nesta segunda-feira, desmascara a tentativa do governador Rui Costa de passar a imagem de uma gestão estadual mais técnica”, afirma o presidente do Democratas Salvador, Heraldo Rocha. Correia deixou a secretaria estadual de Desenvolvimento Econômico por não concordar que cargos técnicos de sua área fossem ocupados, sem critérios de competência, por apaniguados do vice-governador João Leão.

Para o líder oposicionista, está evidente nas declarações do ex-auxiliar do governador que o fisiologismo continua sendo a alma da gestão petista. “O PT não prioriza os interesses da população. Os petistas só pensam em se perpetuar e usufruir as regalias do poder. Eles não tem vergonha de transformar a coisa pública num repugnante toma lá dá cá”.

Segundo Heraldo Rocha, a entrevista de James Correia atesta também que as dificuldades para a implantação da Jac Motors na Bahia são causadas pela incompetência petista. “Nesses últimos 13 anos, o PT provou que só tem competência para dilapidar o patrimônio público. Está aí o exemplo da Petrobras, arruinada pelo petrolão, o maior esquema de corrupção da história”.