Postado em 26 de março de 2015, às 18:05.

ACM Neto entrega nova escola com homenagem a Eduardo Campos

ACM Neto entrega nova escola com homenagem a Eduardo Campos - 1

O prefeito ACM Neto e o secretário da Educação, Guilherme Bellintani, receberam nesta quinta-feira (16) João e Eduarda Campos, filhos do ex-governador de Pernambuco Eduardo Campos, e o prefeito do Recife, Geraldo Júlio, para a inauguração uma nova unidade de ensino em Águas Claras. A Escola Municipal Eduardo Campos, nomeada dessa forma em homenagem líder político que faleceu prematuramente em agosto do ano passado, enquanto disputada as eleições presidenciais, foi construída do zero para beneficiar cerca de 600 crianças da educação infantil e ensino fundamental. Também participou do evento a senadora Lídice da Mata, presidente do PSB baiano, partido do ex-governador, além de outras personalidades políticas municipais e estaduais.

A escola funciona em tempo integral e foi construída seguindo padrões modernos de arquitetura e acessibilidade. O equipamento tem nove salas de aula, biblioteca, laboratório móvel de informática, depósito de merenda, refeitório, área de recreação coberta, sala de professores, secretaria, quadra poliesportiva, jardim, guarita, além de banheiro e rampas de acesso para pessoas com deficiência ou alguma dificuldade de locomoção. As aulas já começam na segunda-feira (30) e ainda há vagas. A escola está aberta para crianças de zero a dez anos, funcionando também como creche. A inauguração integra a programação de comemoração dos 466 anos de Salvador, que prevê entregas em mais de 30 unidades de ensino, sejam novas escolas ou reconstruções de equipamentos que estavam degradados.
A homenagem ao ex-governador Eduardo Campos, segundo o prefeito, mostra que é possível superar as questões políticas para valorizar um homem público que priorizou a educação em seu governo. “Hoje, Salvador e Recife se uniram pelo mais elevado espírito público, e isso tem de ser motivo de orgulho para o Nordeste. Eduardo transformou Pernambuco, mostrando que investir na educação é a verdadeira ferramenta de construção de um futuro diferente. Nosso princípio é de que qualquer escola pública tenha o mesmo padrão de qualidade de uma privada. Educação de faz de contas se vê pelo Brasil afora, mas aqui se faz educação de verdade, com decisão política e muito trabalho”, afirmou Neto.
João Campos agradeceu, em nome da família, a homenagem ao pai com a entrega de um equipamento na educação, área que considerava a mais importante para um governo. “Meu pai pode conduzir uma revolução à frente da educação. Pernambuco ocupava a 24ª posição no IDEB nacional e avançou para a 4ª posição. Ele costumava dizer, sempre que inaugurava uma escola, que esse é um equipamento que inaugura vida na vida de muitos. É uma alegria poder ver essas homenagens ultrapassando as barreiras de Pernambuco. Temos a certeza de que ele seguiu o caminho certo, mostrando ao Brasil como se deve fazer a boa política”, celebrou.
A senadora Lídice da Mata acrescentou que o prefeito ACM Neto e o secretário Guilherme Bellintani representam uma nova geração na política brasileira, inspirada no trabalho realizado por Eduardo Campos. “Temos aqui um prefeito que foi eleito ainda aos 33 anos, e eu fui prefeita com 36. Estamos diante de uma nova geração na política brasileira, inclusive com João Campos, que tem pouco mais de 20 anos. Vemos que os desafios na vida pública são passados de geração em geração. O prefeito mostra que, mesmo com as divergências políticas, é possível homenagear o grande homem público que foi Eduardo Campos”, afirmou Lídice.
Geraldo Júlio, prefeito de Recife, elogiou o trabalho realizado pelo prefeito à frente de Salvador, destacando que as melhorias foram observadas logo que chegou à cidade. “Como prefeito, assim que cheguei notei que Salvador está realmente mais bonita, mais alegre, com o trabalho realizado por ACM Neto. Esse é um exemplo que tem de ser observado por todo o Brasil. O país que Eduardo sempre quis é aquele onde a educação pública tem a mesma qualidade do ensino privado. Aqui o prefeito ACM Neto está fazendo exatamente isso: uma escola onde os brasileiros poderão construir um futuro diferente. Os recifenses e pernambucanos estão muito agradecidos com esse gesto do prefeito ACM Neto”.

Postado em 26 de março de 2015, às 17:57.

Aleluia: “PT quer menores a serviço do crime”

Aleluia - 19.02.2015“O PT quer condenar os nossos jovens à criminalidade”, diz o deputado federal José Carlos Aleluia, presidente estadual do Democratas (BA), criticando o comportamento dos representantes do Partido dos Trabalhadores na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara Federal, nesta quinta-feira (26), em Brasília.

Mesmo em minoria, os petistas não permitiram o debate sobre a redução da maioridade penal, durante a reunião da CCJ. “Sem qualquer motivo, eles obstruíam a sessão numa demonstração clara que estão satisfeitos com o trágico fato de as nossas crianças estarem sendo usadas pelo crime”, assinala Aleluia.

O deputado democrata considera que o PT tem todo o direito de ser contra a redução da maioridade penal. “O que não pode é o PT querer impedir a discussão do tema”. Segundo Aleluia, é de conhecimento público que os bandidos estão matando e responsabilizando os menores de idade. “O nosso objetivo é encontrar uma solução para o problema que proteja as nossas crianças, mas os petistas, pelo jeito, querem nossos jovens a serviço do crime”.

Postado em 17 de março de 2015, às 17:08.

Sandro Régis encaminha projeto para regulamentar food trucks na Bahia

Sandro Régis encaminha projeto para regulamentar food trucks na BahiaE ao que parece o comércio de alimentos no estilo food trucks encontrou espaço e voz na Bahia. Além do Projeto de Lei que já tramita na Câmara de Vereadores para regulamentar o setor em Salvador, uma proposta de âmbito estadual também foi protocolada na Assembleia Legislativa pelo deputado Sandro Régis (Democratas), líder da oposição na Casa. Entre as justificativas do projeto, o parlamentar aponta o estímulo ao empreendedorismo, à geração de novos empregos e também a criação de alternativas acessíveis aos consumidores, tanto do ponto de vista da praticidade como de preço.

O comércio de alimentos em vias públicas não é nova no Brasil. Carrinhos de pipoca, de cachorro quente e outras guloseimas sempre circularam pelas ruas, embora informalmente. Entretanto, a modalidade food trucks, bastante difundida em países como os EUA, começou mesmo a fazer sucesso e a se expandir no Brasil a partir de 2003. Bem ao estilo americano, os food trucks são verdadeiras cozinhas móveis, adaptadas em trailers e outros veículos do gênero, oferecendo alternativas de refeição de qualidade – em alguns casos até elaboradas em estilo gourmet – , com a vantagem do preço bem atrativo. Cidades como São Paulo, Belo Horizonte, Rio de Janeiro e Porto Alegre já regulamentaram ou estão em processo de regulamentação do negócio, que por sinal atrai cada vez mais empreendedores e usuários. Sandro Régis ponderou sobre a necessidade de se regulamentar a comida de rua, dando maior segurança aos consumidores, principalmente na questão da higienização e acondicionamentos dos alimentos.Ele aponta ainda a contribuição que o negócio pode trazer para o aumento da arrecadação municipal e estadual, além do melhor uso do espaço público.

Entusiasmados com a possibilidade regulamentação do setor, os representantes da Associação de Foods Trucks e Comidas de Rua da Bahia (Food na Rua), Gabriel Lobo de Souza, presidente da entidade e Alessandra Hattori, vice-presidente, fizeram questão de cumprimentar o deputado Sandro Régis pelo projeto. “Não somos concorrentes de bares e restaurantes, ao contrário, somos reforço e alternativa em locais pouco servidos”, disseram. Eles informaram que pesquisas recentes indicam que 65% da população brasileira come fora de casa, sendo que desse total, metade pertence à classe C. “São pessoas buscando, preço, qualidade e rapidez”, frisaram.

Postado em 16 de março de 2015, às 17:22.

Pablo Barrozo diz que presidente Dilma e governador Rui Costa iludiram a população

Pablo Barroso preside primeira reunião da Comissão de AgriculturaO deputado Pablo Barrozo (Democratas) disse nesta segunda-feira (16) que, durante a campanha eleitoral do ano passado, a presidente Dilma e o governador Rui Costa “venderam” à população um país e um Estado que existiam apenas na ficção dos seus marqueteiros. “Os dois foram eleitos, tomaram posse e, agora, estão fazendo um discurso completamente diferente”, lembrou o parlamentar. De acordo com Pablo Barrozo, a campanha da presidente Dilma foi feita com base em um país com inflação controlada, pleno emprego e garantias nos direitos trabalhistas. “O que estamos vendo é justamente o contrário, com uma grande crise econômica, muito desemprego e cortes em conquistas históricas dos trabalhadores”, lembrou o deputado.

Na tribuna da Assembleia, Pablo Barrozo ressaltou a manifestação ocorrida ontem em todos os Estados e na capital federal. “Mais de 2 milhões de brasileiros foram às ruas para pedir um basta na corrupção”, afirmou o deputado. Segundo Pablo Barrozo, as promessas feitas pelo governador Rui Costa durante a campanha também caíram por terra. “Ele (Rui Costa) cansou de dizer que a Bahia estava muito bem financeiramente e que havia dinheiro para grandes investimentos. O que se vê é justamente o contrário: todos os dias, cerca de 100 pessoas procuram o meu gabinete em busca de emprego. O mesmo acontece com todos os deputados. Então, a realidade é bem diferente”, disse Pablo Barrozo.

Postado em 16 de março de 2015, às 12:23.

Aleluia: “Lula é o chefe do malfeito na Petrobras”

Aleluia - 19.02.2015“O ex-presidente Lula é o chefe do malfeito. Atualmente a presidente Dilma Rousseff é a representante dele nesta organização criminosa que implantou a corrupção sistêmica na Petrobras a partir de 2003, como revelou o ex-gerente da petroleira, Pedro Barusco. Não tem cabimento os achacados estarem presos e o achacador ficar solto”, afirmou o deputado federal José Carlos Aleluia, presidente estadual do Democratas, em entrevista à rádio CBN Salvador, na manhã desta segunda (16).

A expectativa de Aleluia é que a prisão nesta segunda do ex-diretor da Petrobras, Renato Duque, finalmente traga à cena o chefe da organização criminosa: o ex-presidente Lula. Para o democrata, as manifestações de protesto que reuniram milhões de brasileiros espontaneamente, sem a liderança de nenhuma organização partidária, em todo o país, no último domingo, dia 15 de março, deram o recado: “Basta de corrupção. A população não quer pano quente para segurar a onda. Nada de apaziguamento entre a oposição e o governo. Tolerância zero com a corrupção que se banalizou nos governos de Lula e Dilma”.

O governo petista, de acordo com Aleluia, errou ao escalar dois ministros, um mais equilibrado e outro raivoso, para dar satisfações ao povo brasileiro. “Dilma é a chefe de governo e do estado. Era ela quem deveria ter vindo a público. Mas não deve ter dado tempo para seu marqueteiro-ventríloquo preparar alguma nova desculpa esfarrapada, que a desgastasse ainda mais. Se é que ainda há espaço para mais desgaste”.

O deputado federal disse que a crise moral da era petista dói no coração, e a crise econômica dói no bolso. “A simultaneidade desses problemas causam a crise política atual”. O líder democrata destacou que, se o sistema fosse parlamentarista, o governo Dilma já teria caído. “Não é. Mas, no presidencialismo, o presidente Collor sofreu o impeachment, por causa de um Elba, um carrinho. Era caso para um juizado de pequenas causas diante do roubo de bilhões da Petrobras e tanto dinheiro extraviado para a Suíça”.